Participantes virtuais serão tendência em eventos este ano; confira outras novidades.

Participantes virtuais serão tendência em eventos este ano; confira outras novidades.

Ainda que a tecnologia continue dominando o cenário dos eventos, as prioridades dessa indústria vêm mudando sutilmente nos bastidores e, neste ano, questões diferentes podem estar no centro das atenções. A segurança nos eventos é uma delas, bem como o monitoramento ao vivo e os ajustes em tempo real. Confira a seguir quais tendências o setor de eventos nos reserva para 2018.

1-Segurança

O tiroteio de Las Vegas em outubro passado revelou que o planejamento de segurança em eventos tem sido uma reflexão tardia. Este incidente, juntamente com outros igualmente trágicos e com uma série de desastres naturais, tornaram a segurança um problema importante para os organizadores de eventos. Por isso, tem se tornado cada vez mais importante o uso de tecnologias como rastreadores de multidões em aplicativos, contadores de pessoas, mapas que mostram o tráfego de pedestres, entre outros.

2- Participantes virtuais
A realidade virtual chegou para ficar, mas isso não significa apenas levar os frequentadores de eventos para outras dimensões, mas também trazer pessoa de fora do evento e permitir que elas se envolvam como se fossem realmente parte dele. Permita que os palestrantes virtuais toquem o palco. Enquanto já fazemos isso até certo ponto com telas, uma visualização em 3D adiciona certa profundidade à presença virtual do orador. Crie locais de encontro virtuais e deixe os participantes participarem ativamente das discussões e da jornada do evento.

3- Exclusividade
Inclua no evento algo que não possa ser encontrado em outro lugar. Um menu com ingredientes locais é uma boa pedida, mas é possível também adicionar música regional, cenários, entre outros. Presentes e souvenires para os participantes também darão um toque local à produção.

4- Layouts diferentes

Foi-se o tempo em que os eventos eram confinados a quatro paredes e layoutsconvencionais, como teatros e salas de aula. Claro que eles ainda são ótimos para conferências e reuniões. No entanto, é possível criar grandes mudanças diversificando apenas o layout dos assentos (como o formato espinha de peixe, por exemplo).

5 – Experiências customizadas
Os eventos agora utilizam tecnologia para reunir as preferências dos participantes e encontrar padrões em suas atividades, ajudando os organizadores a criarem uma experiência que garanta o máximo de impacto e engajamento de cada um dos presentes. Customização também permite que quem participa dirija não apenas sua própria viagem, mas todo o evento em si. Aplicativos podem ser usados para enviar perguntas e comandos, dando aos presentes o poder de influenciar o que acontecerá a seguir. Como tendência, os event planners criarão caminhos, de acordo com a resposta da audiência às questões levantadas. Os espaços terão mais itens de interatividade e também mais opções para descanso, com lounges e amenidades.

6 – Assistência por meio de inteligência artificial
A IA vem tendo um importante papel nos eventos e essa tendência continuará crescendo em 2018. Além de opções nos próprios espaços, os organizadores terão ferramentas nos próprios bolsos, como aplicativos e chatbots. Eventos grandes que precisam mostrar muitos materiais para o público poderiam utilizar inteligência artificial para responder as principais perguntas feitas. Este tipo de tecnologia também pode reunir dados, ajudando a identificar pontos fracos e oferecendo soluções para resolvê-los. Já os pequenos podem aproveitar chatbots existentes em aplicativos conhecidos, como o Facebook Messenger. Isso dará as mesmas respostas aos organizadores, sem ter de instalar uma ferramenta adicional.

7 – Sustentabilidade
Ultimamente esta questão vem sendo bastante discutida e adotada. Patrocinadores e marcas agora estão ampliando suas responsabilidades sobre os temas nos eventos que participam. Uma das formas mais simples e comuns de criar um evento sustentável é não utilizando papel e adotar substituições digitais, como apps e e-mail. Se for muito difícil eliminar, usar opções recicláveis já é uma boa opção.

8 – Participantes desplugados
Períodos de descanso são tão importantes quando os de atividade. Momentos de relaxamento deixam os participantes menos estressados e os ajudam a processar melhor o que aprenderam durante as apresentações do evento. Por isso é muito importante dar uma janela de distração para que eles deixem de utilizar um pouco seus dispositivos móveis.

 

Fonte: Panrotas

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + 19 =