Pelas Estradas de Portugal – Parte 1

Pelas Estradas de Portugal – Parte 1

Chave na ignição, pé no acelerador e, ao ronco do motor, é hora de seguir para uma viagem pelo país europeu que é especialista em desbravar novos percursos e descobrir grandes destinos.

O ponto de partida será a capital Lisboa. A linha de chegada, a cidade de Porto. No meio do caminho uma visita por Sintra, Évora, Coimbra e Fátima, quatro paradas estratégicas para abastecer o tanque de experiências lendárias.

Prontos para iniciar esta aventura sobre quatro rodas por Portugal? Ora pois, só se for agora!

AQUECENDO OS PNEUS EM LISBOA

Eleita em 2018 como a melhor cidade turística do mundo pelo World Travel Awards (apelidado de “Oscar do Turismo”), todos que já estiveram pelo menos uma vez na capital portuguesa sabem bem os motivos pelos quais caiu nas graças dos viajantes, fazendo jus à sua boa fama.

Dona de um cenário plural, emoldurado por sete colinas e às margens do Rio Tejo, é entre um sobe e desce despretensioso por suas ladeiras e ruelas que é possível encontrar de tudo um pouco. Monumentos históricos, como o Castelo de São Jorge e a Torre de Belém, a boemia típica do bairro do Chiado, os estabelecimentos comerciais da região da Baixa Pombalina, a modernidade do Parque das Nações e inúmeras delícias gastronômicas são mostras disso.

Podendo ser admirada a pé ou a bordo dos tradicionais bondinhos amarelos que circulam pela metrópole, a dica é pegar o carro por ali só mesmo no momento de despedida em direção às demais estrelas portuguesas. Sintra, inclusive, é a próxima da nossa lista.

 VOU ALI, MAS VOLTO JÁ

Imagine uma paisagem que, de tão bonita, parece até um quadro. Sintra é assim, uma cidade a trinta minutos de carro de Lisboa e de encantos aos montes (literalmente!).

Posicionada em meio às colinas de sua xará, a Serra de Sintra, é só olhar em direção ao alto de uma montanha para avistar uma imagem dos sonhos: a do Palácio da Pena. Edificado no século 19 e observado de qualquer ponto do Parque da Pena, vale aproveitar o passeio para contemplar seus suntuosos aposentos internos e curtir a natureza que rodeia o lugar.

Digno de contos de fadas, outros integrantes deste reino mágico de Sintra são o forte do Castelo dos Mouros, a arquitetura medieval do Palácio Nacional de Sintra (conhecido também como Palácio da Vila), a Gruta do Labirinto do imponente palácio Quinta da Regaleira e a graciosa dupla formada pelo Parque e pelo Palácio de Monserrate.

Inebriados com esse desfile de obras-primas, daqui iremos para Évora, outra fonte de belezas e pontos turísticos.

UM PIT STOP EM ALENTEJO

Saindo de Sintra, uma viagem de carro de cerca de duas horas conduz a Évora, uma pérola da pitoresca região do Alentejo. Pequenina em tamanho, mas cheia de charme e estilo, basta um dia por ali para cair de amores por seus atrativos.

Começando pelo centro histórico, tombado como Patrimônio Mundial pela Unesco, a primeira parada é no Templo Romano de Évora, ícone do destino. Conhecido popularmente como Templo de Diana, é ao redor dessa construção iniciada no século 1 d.C. que se concentra uma coleção de símbolos arquitetônicos. Entre eles estão o Arco Romano de D. Isabel, as Muralhas de Évora, a catedral Sé de Évora, a Praça do Giraldo, a Igreja de São Francisco, a Capela dos Ossos e o Aqueduto da Água da Prata.

Por estarem localizados bem próximos entre si, a ocasião é perfeita para caminhar bastante pela cidade e encher a câmera de fotos. Em seguida, é hora de pegar o carro novamente e ir ao encontro de Fátima, nossa quarta anfitriã nesta visita.

PAUSA PARA UM PASSEIO SOBRE DUAS RODAS

Que tal trocar o carro pela bicicleta um pouquinho? Em Évora existe a Ecopista, percurso de 21 km entre a Rua de Timor e o monumento Sempre Noiva. Repleto de belezas históricas e naturais, foi feito sob medida para ser explorado a pé ou de bike.

 

Para maiores detalhes, entre em contato com nossa equipe.

  

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 8 =