Você sabe o que significa TAX-FREE?

Você sabe o que significa TAX-FREE?

Fazer compras é, sem dúvida alguma, uma das atividades preferidas de muitos turistas, especialmente quando se encontra aquele descontinho especial. Por falar nisso, você já ouviu falar em “tax-free” durante uma viagem internacional? Seja essa expressão familiar ou novidade para você, ela pode ser a chave para conseguir economizar e garantir o reembolso do imposto de algumas mercadorias.

Para aproveitar este privilégio, basta escolher lojas que fazem a devolução de uma taxa chamada VAT ( em português Imposto sobre Valor Acrescentado). Esta restituição, que varia de 7% a 21% do valor total da compra, é a já mencionada “tax-free” ou “tax refund” – em português, “livre de impostos” e “restituição de impostos”, respectivamente – e só pode ser aplicada a objetos que você vai levar para casa, como perfumes, maquiagens, eletrônicos e roupas.

Válido para todos os turistas estrangeiros, o benefício é uma forma de movimentar o comércio em lugares como Austrália, México, Uruguai, Argentina e países da União Europeia. No entanto, fique de olho: os procedimentos e regras variam de acordo com cada uma das regiões, por isso não deixe de se informar nos comércios sobre como funciona o serviço.

Caso seja de seu interesse e o estabelecimento no qual você deseja comprar um produto participe do programa, solicite no caixa o formulário de devolução de impostos, documento emitido por empresas que intermediam o reembolso e que deve ser entregue juntamente com as notas fiscais na alfândega do aeroporto. Ah, atenção: em alguns casos também pode ser exigida a apresentação dos produtos comprados.

Ainda no aeroporto, após a validação do formulário, entregue o documento no guichê da empresa que o emitiu e escolha a forma como prefere ser ressarcido: em dinheiro (moeda do país), ali mesmo, ou no cartão de crédito. Ao escolher a segunda opção, podem ser cobradas taxas – e o tempo de espera para a efetivação é de dois a três meses.

Não se esqueça de carregar sempre com você o passaporte e um cartão de crédito internacional. Por precaução, é interessante ter uma cópia de cada um deles, pois pode ser que seja solicitada pela alfândega. Uma dica é chegar com antecedência para ficar na fila e não correr o risco de perder o horário de embarque. Outro ponto que vale ser citado é que, caso esteja viajando por vários países, o ressarcimento deve ser feito no aeroporto no dia do voo de retorno ao Brasil.

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 8 =